receitas que não engordam

Certamente o leitor está se perguntando: como assim almoço que não engorda? Afinal quase tudo que comemos, se não comermos com moderação engorda. Mas a boa notícia, esta nas escolhas feitas para o cardápio.

Você pode comer sem culpa, efetivamente não engorda, basta seguir as dicas, respeitar os ingredientes e a quantidade sugerida. As receitas além de serem nutritivas e leves, são gostosas e para os dias quentes do verão brasileiro, é uma excelente pedida.

A primeira receita é salada no pote

A salada no pote é uma grande aliada da dieta, ela é saudável, leve, nutriente e refrescante. Para quem vive de olho na balança, ela é uma dica maravilhosa, tem poucas calorias e ajuda no controle do peso.

Escolha potes de vidros com tampas e que fiquem bem fechados para que as saladas durem mais. Siga a ordem dos ingredientes para que nenhum deles estrague, garantindo a durabilidade ao longo da semana.

Os alimentos crus devem ser adequadamente higienizados. Deixe-os de molho por 15 minutos em uma solução de 1 litro de água para 1 colher (sopa) sanitizantes de alimentos. Depois, seque bem em centrífugas manuais ou papel toalha. Quando úmida, elas duram menos tempo.

A salada deve ser montada dentro do pote na seguinte ordem:

Camada 6: Molho/Temperos

Camada 5: legumes e verduras mais pesadas e que podem ficar em contato com o molho, como grão de bico e feijão, pepino.

Camada 4: legumes e verduras mais pesados que não podem ficar em contato com o molho, como tomate, folhas, ervilha, milho entre outros.

Camada 3: folhas verdes e leves, como rúcula, alface, manjericão etc.

Camada 2: ingredientes leves e cortados em pequenos pedaços, como frutas em cubinhos, flores e outras folhagens.

Camada 1: grãos pequenos e sementes, como linhaça, gergelim, chia, quinoa, amêndoas laminadas etc.

A segunda receita é espaguete de abobrinha

Essa opção é deliciosa e não passa de uma macarronada fake! Isso mesmo, como sabemos o macarrão para quem está de dieta, não cola, não rola, e não pode! Ele é um carboidrato simples, quando metabolizado se transforma em açúcar e isso não é nada positivo para quem precisa manter a boa forma.

Por isso a dica é espaguete de abobrinha, super fácil de fazer. Lave uma ou duas abobrinhas, e com a ajuda de um cortador de legumes, corte a abobrinha em lâminas fininhas que imitem o espaguete. Depois leve ao fogo com um fio de óleo de oliva extra virgem e um dente de alho amassado, basta 2 minutos e está pronto seu espaguete.

Você pode comer ao alho e óleo ou fazer um molho leve com tomates frescos para seu espaguete, fica a sua escolha. Use tomates e manjericão, fica uma delícia, impossível resistir.

A terceira e última receita é cuscuz de quinoa, uma delícia!  

Cuscuz é bom demais, super fácil de fazer, rápido de se preparar é uma excelente dica para esse calor tropical do Brasil. Existem inúmeras variações de cuscuz. Ele vai bem com qualquer ingrediente, de tomate picadinho e cheiro verde, a quinoa, que é super saudável.

Esse prato é nutritivo e tem poucas calorias, além de ter uma boa quantidade de proteína, ferro, ômega 3 e 6. O preparo é bem simples, separe 50 g de cuscuz e coloque em uma vasilha com tampa hermética. Ferva água e cubra o cuscuz, antes de despejar a água, coloque sal e um fio de óleo, despeje a água e tampe.

Enquanto isso, leve 50g de quinoa para cozinhar e cuidado para que os grãos não desmanchem, escorra e reserve. Logo, junte o cuscuz, a quinoa, e comece a preparar o tempero do seu cuscuz.

Em uma panela, refogue meia cebola, adicione 20 g de cenoura ralada, 20 g de brócolis, 20 g de couve-flor, 20 g de vagem, mexendo vez o outra, deixe que os legumes fiquem cozidos, por ultimo adicione o cuscuz e a quinoa, adicione sal, pimenta e cheiro verde a gosto e esta pronto para ser servido.

Aí estão 3 receitas simples, econômicas, saudáveis e nutrientes para manter o foco na dieta, gostou? Compartilhe e ajude a divulgar essa ideia saudável.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: