Pages Navigation Menu

Portal de saúde e nutrição dedicado especialmente para aqueles que desejam emagrecer fazendo reeducação alimentar.

Compulsão por doces? É o mal que impede 75% pessoas de emagrecerem.

Compulsão por doces é o mal que impede 75% pessoas de emagrecerem e estudos comprovam que o açúcar vicia igual cocaína. Segundo estudiosos, a compulsão por doces é tão forte quanto vício em drogas.

Quando tentamos nos enganar dizendo: “eu mereço” um doce, demonstra que você é viciada em açúcar! E acreditem, segundo a Fox News, diversos estudos constataram que esta compulsão pode ser considerada tão séria e tão forte quanto o alcoolismo e o tabagismo.

A verdade é que o doce supre uma necessidade intensa, gera prazer e nos deixam mais felizes, pecado que isso dura tão pouco, porque depois de ter comido, 15 minutos depois, nos damos conta do erro cometido, mas para alguns valeu a pena os 5 minutos de prazer e para outros, é um peso na consciência de não ter resistido e mantido o foco da dieta.

O vicio pelo açúcar é antigo, porque ele nasce quando nos seres humanos chegamos ao mundo, visto que o nosso primeiro alimento, o LEITE MATERNO é extremamente adocicado, ou seja, desde o nascimento, o nosso primeiro contato com os alimentos é doce.

 

compulsao por açucar

 

A compulsão surge porque após ingerir uma guloseima, por exemplo, o cérebro libera opioides, que são substâncias químicas naturais que dão sensação de imenso prazer. Ao reconhecer esta sensação boa, o cérebro começa a pedir mais e mais opióides e, consequentemente, açúcar. Os cientistas já até identificaram as áreas do cérebro que são ativadas pela compulsão açucarada e descobriram que são as mesmas áreas ativadas no vício em drogas, o que prova a real capacidade viciante do açúcar. (Estudos realizados).

 

O que acontece com o corpo quando comemos doces?

Quando ingerimos doces, o açúcar entra no sistema sanguíneo, elevando os níveis de glicose e estimulando o pâncreas a produzir e liberar um hormônio chamado insulina, que converte a glicose em energia e em estoques de gordura.

Mas além de cáries e obesidade, os doces também são ligados a outras doenças sérias, como depressão do sistema imunológico, diabetes e alterações de humor.

O melhor caminho é reduzir o consumo de açúcar. Estudos demonstraram que é quase impossível retirar o açúcar da dieta, mas podemos reduzi-lo evitando assim maiores complicações para a saúde e o organismo.

 

Veja algumas dicas e sugestões para diminuir o consumo de doces

 

  1. De preferências para frutas e jamais consumir alimentos que contém açúcar depois do almoço, procure consumi-lo moderadamente sempre nos intervalos, por exemplo, 2h depois do almoço ou 2hs antes. As castanhas também são uma excelente escolha.
  2. Prefira os doces feitos em casa, aqueles feito de frutas, ou gelatina light com iogurte, ou ainda cereal e fruta com 1 colher de mel. São opções leves e saudáveis que farão toda a diferença.
  3. Se você não vive sem chocolate, aposte no meio amargo, ele não tem açúcar e é forte, basta um pedacinho para saciar a sua vontade. Quando comemos doces que não contém açúcar, não o estimulo e o desejo de comer mais e mais.
  4. Divida sua sobremesa, por exemplo, na mesa vocês estão em 3, pronto, basta dividir em partes iguais e compartilhar com os amigos, essa atitude ajuda a manter o foco na dieta.
  5. Cheire chocolate, estudos demonstraram que o cheiro dos doces podem inibir a vontade de come-los. Por exemplo, usar um incenso a base de canela, de louro, de chocolate, pode enganar seu cérebro e saciar a sua vontade.
  6. Mastigar chiclete sem açúcar é uma ótima opção para enganar o estômago e também o cérebro.

 

compulsao por doces

 

Tradução, organização e redação: Anna Giulia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: