molho madeira

O filé mignon é um corte de carne caro e nem sempre podemos comer com frequência, mas nas ocasiões especiais por que não? Muitas pessoas pensam que esse prato é super elaborado e com um grau de dificuldade elevado na hora de fazer, mas não é assim e hoje o leitor vai ver que tudo não passa de um tabu.

O filé mignon original é feito com vinho madeira, um vinho português delicioso, originário da Vila Madeira. O prato leva esse nome justamente porque o molho é feito de vinho madeira e saiba que esse molho era um dos mais requisitados na Europa antigamente. Mas se você não conhece, saiba que esse vinho é bem custoso, mas tem um sabor maravilhoso e em Portugal é utilizado em vários pratos culinários.

Em Portugal o molho madeira leva alho poro, cenoura e outras ervas finas, mas com o passar dos anos, alguns chefes de cozinha apresentaram outras variáveis para o prato e de fato o mais comum e o mais consumido no Brasil é aquele com champignons.

E tem mais um pequeno detalhe, geralmente o molho feito no Brasil não é feito com o vinho tradicional da Ilha Madeira, mas sim com vinho tinto seco. Essa mudança se deve ao custo que tem o vinho madeira. Mas saiba que o sabor não muda tanto, basta seguir a receita com atenção e vai ficar uma delícia.

Ingredientes

500 g de filé mignon cortado em bifes

4 colheres (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de amido de milho

1 vidro de champignon

1 cebola picada

3 dentes de alho amassados

2 cubos de caldo de carne

1 xícara (chá) de vinho tinto seco

1/4 xícara (chá) de água

Modo de preparo

Em uma frigideira antiaderente, derreta 2 colheres de manteiga e frite os bifes. Se você gosta da carne ao ponto, mas nunca consegue acertar, siga esta dica: frite os bifes em fogo alto por 45 segundos de cada lado se eles forem finos. Se forem grossos, deixe por 1 minuto e 15 segundos. Quando estiverem prontos, reserve-os.

Na mesma panela, acrescente o restante da manteiga e refogue a cebola picadinha, o alho amassado, o champignon cortado em lascas e os cubos de caldo de carne. Quando a cebola ficar translúcida, acrescente o vinho e deixe o molho reduzir por aproximadamente 10 minutos.

Em seguida, misture as colheres de sopa de amido de milho na água, dissolvendo-o. Acrescente, aos poucos, ao molho. Mexa bem para não empelotar. Volte com os bifes para a frigideira, refogue por mais uns 3 minutos em fogo baixo e desligue.

Uma dica também é ir juntando a água da fritura dos bifes, principalmente se os bifes forem cortados mais grossos. Você vai passando na frigideira e vai recolhendo a água que a carne solta na manteiga. Atenção para não deixar a carne secar demais. Depois é só juntar a água da carne que você fritou com o caldo de carne e o vinho, essa dica deixa o molho mais saboroso e bem parecido com o original.

Uma vez que a carne esta pronta e o molho também, basta por tudo em uma travessa e servir acompanhado de arroz branco e batatas com alecrim, ou apenas com purê de batata, o contorno fica por conta do leitor. Bom Apetite!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: