O chá de amora é conhecido e muito recomendado para atenuar os sintomas da menopausa. Mas você sabia que ele não serve só para isso? Ele possui muitas propriedades medicinais benéficas para o nosso organismo. Além disso, a amoreira é uma planta de fácil adaptação, podendo ser cultivada em qualquer tipo de solo.

Dessa forma, o ministério da saúde do Japão realizou um estudo e verificou que o chá da folha da amoreira contém 22 vezes mais cálcio que o leite de origem animal. O que é uma excelente noticia para os intolerantes ou alérgicos e necessitam repor o cálcio do corpo.

 

As folhas de amora além de cálcio também oferecem outros benefícios

* Vitamina C: as folhas da amoreira possuem uma grande quantidade de vitamina C. É sabido que esta vitamina é muito benéfica para os vasos sanguíneos, dentes e ossos.

Outrossim, melhora a imunidade, trata aftas, faringite, amigdalite, bronquite, queda de cabelo retardando a calvície, diarreia e claro, sintomas da gripe (descongestionante).

Ademais, estas folhas ajudam muito com a enxaqueca e dores de cabeça no geral, além de auxiliar na insônia, depressão e libido.

Ainda tem mais, este chá ajuda a equilibrar os níveis de colesterol, regula o intestino, previne a diabetes, combate a hipertensão, obesidade e contribui na prevenção do câncer em geral.

Recomenda-se o consumo do chá para que seja possível aproveitar todas as propriedades que a folha da amoreira oferece.

 

Veja a melhor forma de preparar o chá:

Um punhado das folhas e um litro de água.

Modo de fazer: Aguarde a água ferver, desligue o fogo e posteriormente coloque as folhas, deixe esfriar em infusão. Depois que esfriar ou alcançar uma temperatura agradável ao seu paladar, coe e se possível consuma sem adoçar. Conserve na geladeira ou em uma garrafa térmica por um dia.

 

Benefícios preventivos da folha

Liliane Oppermann explica que o chá de amora começou a ser estudado no Japão. “Sua eficácia foi testada e aprovada primeiramente pelo Ministério da Saúde do Japão. Posteriormente, foi divulgado pelo Canal de Tv Japonesa NHK”, diz.

A médica nutróloga explica que, após tais estudos com o chá de amora (Amora Miura). Pode-se concluir que ele tem efeitos poderosos. Dentre eles, destacaram-se:

Possui efeito vitalizante: como é riquíssimo em magnésio, potássio e fósforo, aumenta a resistência e dá energia. Outrossim, aumenta a imunidade.

Combate o diabetes: o chá ajuda a combater a diabetes. Sim, pois possui a DNJ, inibidora da taxa de glicose com a liberação natural de insulina.

Melhora o funcionamento dos rins e fígado. Auxilia na melhora do funcionamento do fígado e dos rins, inibindo o acúmulo de gordura e colesterol nestes órgãos.

Combate a osteoporose. Pode ser um importante aliado no combate à osteoporose. Pois possui 22 vezes mais cálcio do que o leite, além de conter mais potássio, magnésio e ferro natural, proteína, fibra, zinco e levedura.

Melhora a circulação. Através de melhora das taxas de colesterol e gorduras neutras no sangue. O chá melhora a circulação sanguínea.

Evita a hipertensão. Por possuir o ácido y-aminobutírico (GABA), um hipotensor, oferece efeito de normalização e de inibição da elevação arterial.

Diminui os sintomas da menopausa. Bem como, regula os hormônios atuando com eficácia nos sintomas da menopausa.

Também ajuda a inibir o aparecimento do câncer. Segundo estudos, as folhas da amora têm propriedades que podem inibir o surgimento do câncer.

Regula o trânsito intestinal. Por possuir significativa quantidade de fibras. Bem como, facilita o trânsito intestinal e ajuda a melhorar a prisão de ventre. Diminui ainda os bacilos nocivos sem afetar os benéficos – o que mantém a flora intestinal em boas condições.

Evita a proliferação de fungos. O chá de amora pode ainda inibir a proliferação de fungos. Todavia, tem efeitos bactericida e anti-inflamatório.

Ajuda a combater a calvície. Por revitalizar a circulação no couro cabeludo e inibir progressivamente a queda dos fios. O chá de amora pode ser um bom aliado no combate à calvície.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: