As mulheres, infelizmente sofrem com esse problema, pois eles aumentam o fluxo sanguíneo, podem provocar o aborto, incham e deixam o abdômen inchado, durante o ciclo menstrual, mulheres que possuem miomas, em alguns casos chegam a ter hemorragias. E pessoas que sofrem de obesidade são propensas a esse problema e ele pode impedir inclusive a gravidez. Mas como identificar se eu tenho o não mioma? O que fazer, como tratar e quais são os seus sintomas?

O que é um mioma uterino?

Miomas ou fibromas são tumores benignos do útero, consistindo em uma desordem hormonal que causa um enovelamento das fibras musculares e assim, forma nódulos nesse órgão. Geralmente, localizam-se no trato genital. Possuem uma coloração esbranquiçada e sua consistência é firme. Em sua maioria, os miomas são múltiplos.

Fibroma é uma doença que afeta cerca de 50% das mulheres, em sua maioria de pele negra. Outros fatores que elevam a propensão do desenvolvimento do mioma são a obesidade e a nuliparidade (não ter filhos).

O estrogênio é o principal causador dessa doença. Por isso, a maior incidência de miomas ocorre no período máximo da reprodutividade feminina, até a chegada da menopausa.

 

Quais os sintomas do mioma?

Os sintomas estamos diretamente relacionados com a localização do mioma. Pois ele pode estar localizado dentro do útero, na face posterior, nas paredes dos músculos, na cavidade uterina ou fora do útero. Eles podem variar de tamanho e quantidade, como dissemos anteriormente, geralmente não aparece um mioma, mas vários, e eles podem ser pequenos ou grandes.

Os miomas pode ser removidos e existem dois tipos de procedimentos:

  • Miomectomia, ou remoção de mioma. Isso pode melhorar suas chances de ter um bebê se o mioma estiver dentro do útero e evitar que um óvulo fertilizado se implante no útero. A remoção de miomas em outros locais do útero pode atrapalhar suas chances de engravidar.
  • Histerectomia, ou remoção do útero. Essa cirurgia só é recomendada para mulheres que não possuem planos de gravidez futuros. A histerectomia é o único tratamento de mioma que impede o retorno do mesmo.

 

Sobre os sintomas

Geralmente as mulheres que são portadoras de miomas não sentem nada de significativo ou que pudesse evidenciar realmente que se trata de miomas, principalmente se os miomas forem pequenos, já as que possuem miomas maiores (tamanho de um limão) essas por exemplo, apresentam vários sintomas, confira abaixo.

 

 

  1. Sangramento menstrual intenso e com volume de fluxo, podendo inclusive ter vários coágulos. Geralmente essas mulheres possuem um ciclo de 7 a 10 dias, o qual, nos primeiro 4 dias a quantidade de fluxo é exagerada, provocando inclusive uma certa fraqueza nas pernas.
  2. Boa parte das mulheres portadoras de miomas, sentem muita pressão pélvica e cólicas doloridas, que podem ser prolongadas por dias e também provocar fortes dores na coluna (como se estivesse em trabalho de parto). Isso porque o útero precisa fazer muita força para expelir o fluxo.
  3. Problemas na bexiga – se os miomas estiverem localizados na parede externa do útero, eles podem provocar pressão contra a bexiga, o que provoca a perda de volume e consecutivamente aumentar a vontade de urinar. Em alguns casos, raros, as mulheres não conseguem urinar, isso pode ser um alertar e ser um grave problema.
  4. Os miomas que ocorrem na parte posterior do útero podem colocar pressão sobre o reto e fazer a paciente se sentir cheia. Eles também, por vezes, podem causar uma hemorróida.
  5. Dor durante o sexo – Dependendo da localização e do tamanho do mioma, uma mulher pode perceber que as relações íntimas são desconfortáveis ou até mesmo dolorosas. A dor pode ser mais evidente em certas posições ou em determinados momentos do mês.

 

Dependendo do tipo de mioma, os sintomas podem se diferenciar:

  • Miomas submucosos: são mais propensos a causar sangramento menstrual prolongado, pesado e às vezes são um problema para as mulheres que tentam engravidar
  • Miomas subserosos: podem pressionar a bexiga, causando sintomas urinários. Se miomas bojo na parte de trás do seu útero, que ocasionalmente pode pressionar o reto ou em seus nervos espinhais, causando nesse caso dor nas costas
  • Miomas intramurais: se grande o suficiente, podem distorcer a forma do útero e causar períodos pesados prolongados, bem como dor e pressão
  • Miomas pediculados: se sofrer torção de sua base e com isso apresentarem parada de sua circulação, causa de dor intensa e aguda, que necessita de cirurgia para sua remoção.

“Cuide de você, consulte seu médico, prevenir é um ato de amor com você mesma e com todos que te cercam.”

 

Se você gostou, compartilhe, ajude a divulgar nosso trabalho informativo.

Equipe Emagrecer vida e saúde

 

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: