esporao calcaneo

Com frequência você sente muitas dores na sola do pé, caminha com dificuldades e dependendo do sapato que usa, as dores são mais fortes e intensas?  O que é isso e como resolver o problema?

O que é o esporão do calcâneo?

O esporão do calcâneo é uma condição óssea degenerativa (artrose ou artrite), constituindo-se de uma espícula óssea que se desenvolve na parte anterior do calcâneo (osso do calcanhar). O calcâneo é o osso de maior tamanho em toda a estrutura óssea do pé e suporta todo o peso do corpo, sofrendo um impacto intenso e constante.

Há duas espécies de esporão do calcâneo:

  • Inferior: comprometimento da fáscia plantar.
  • Posterior: comprometimento da bolsa retro calcânea.

Quais são as causas do esporão do calcâneo?

O esporão do calcâneo afeta principalmente as mulheres, entre 40 e 50 anos, praticantes de caminhadas ou corridas e aquelas que trabalham em pé por longos períodos ou as que sofrem com o sobrepeso. Mas ele pode afetar também os homens.

A planta do pé é composta por estruturas elásticas (músculos) e rígidas (fáscias). Na prática, essas estruturas aumentam a eficiência do impulso executado quando o calcanhar se distancia do solo.

Quando há um esforço excessivo nesta região podem ocorrer fissuras e inflamações da fáscia. Isso pode ocorrer em virtude da retração do tendão de Aquiles ou de pés com a curvatura anômala. O esporão do calcâneo pode não ter causa específica.

Quais são os sinais e sintomas do esporão do calcâneo?

O esporão é frequente entre desportistas, pessoas com excesso de peso e pessoas com pé cavo ou pé plano.

Raramente o esporão causa inflamação visível, avermelhamento ou outro sinal aparente. A dor é o principal sintoma e começa já com os primeiros passos do dia. Geralmente é uma dor pulsante na zona plantar do calcanhar, mas há também uma dor de repouso e ao colocar o pé no calçado.

Deve-se estar advertido de que nem toda dor no calcanhar é esporão e há esporões que não doem.

Como o médico diagnostica o esporão do calcâneo?

O esporão de calcâneo pode ser diagnosticado através do relato dos sintomas e de um exame físico adequado. A radiografia ajuda a confirmar o diagnóstico.

Como o médico trata o esporão do calcâneo?

Inicialmente, o tratamento consiste em alongamento do tendão de Aquiles e da fáscia plantar e no uso de uma palmilha de silicone para o calcanhar. Geralmente, em oito semanas esse tratamento beneficia 90 a 95% dos pacientes.

Para os que não se beneficiam, existem duas opções:

  • Injeções de corticoide na fáscia plantar.
  • Uso do night splint (tala noturna), que imobiliza o tornozelo e alonga a fáscia plantar.
  • Tratamentos naturais e alternativos.

Bom, agora que você já entendeu o que é esporão, suas causas, sintomas e tratamentos, vamos te ensinar um tratamento caseiro e 100% natural que ajuda muito a tratar essa patologia, boa parte das pessoas que experimentaram, tiveram resultados positivos, confira abaixo.

O limão, como todos sabem é um fruto rico em vitaminas, minerais e propriedades antioxidantes, conhecidos como flavonoides, que desempenham um papel benéfico na luta contra doenças cardíacas, câncer e inflamações, e não para ai, além do seu poder inquestionável de cura na medicina alternativa, ele também combate e previne inúmeras doenças, como aqueles degenerativas e também doenças cerebrais.

Há uma infinidade de receitas que circulam diariamente na web para os mais variados tratamentos. Ele é bom para emagrecer em função da sua ação adstringente, bom para desintoxicar, bom para tratar gripes e resfriados, bom para prevenir doenças digestivas e do coração.

Muito utilizado na culinária, na preparação de pratos, sucos, shakes, doces e também chás medicinais, o limão é sem duvida,  um dos alimentos mais populares que existe em todo o mundo e suas propriedades medicinais são um sucesso em tratamentos alternativos.

Hoje nessa publicação você vai aprender a fazer um remédio natural simples a base de limão, são duas receitas, ambas servem para tratar dores musculares, inflamações das artrites e dores nas articulações.

Receita 1

Rale a casca de um limão tendo o cuidado de só extrair a camada verde ou amarela (pode ser qualquer qualidade limão), e nada da parte branca.

Esfregue a casca diretamente sobre a parte do corpo afetada pela dor e enrole com uma bandagem.

Mantenha no local por até duas horas.

Faça esta aplicação sempre à noite e, no outro dia, lavar bem com água.

Faça antes um teste para ver se ocorre reação alérgica, esfregando um pouco da casca na região do cotovelo.

Receita 2

Coloque a casca de dois limões inteiros (pode ser qualquer variedade) em uma jarra e cubra com uma xícara de azeite extra virgem de oliva.

Feche o frasco e deixe a mistura descansar por duas semanas em local fresco e escuro.

Depois poderá usar o óleo obtido esfregando-o na área afetada e cobrindo com gaze.

Deixe descansar durante a noite (sempre à noite).

No dia seguinte, lavar bem com água fria.

Faça antes um teste para ver se ocorre reação alérgica, esfregando um pouco do óleo na região do cotovelo.

Gostou? Compartilhe com seus amigos, Volte Sempre!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: