vinho tinto emagrece e faz bem a saude

Os benefícios do Vinho Tinto para a saúde, têm distinguido de muitas outras bebidas. Ao contrário de outros álcoos, o Vinho Tinto não aumenta significativamente a contagem de calorias.

 O consumo de Vinho Tinto leva a níveis mais baixos de colesterol LDL, o que consequentemente tem um efeito positivo sobre o coração. Ele fornece uma rica fonte de antioxidantes que incluem flavonoides e polifenóis, especialmente resveratrol, que é um elemento ativo na prevenção do câncer.

O vinho não só têm o dobro do teor de álcool da maioria das cervejas, como também é repleto de antioxidantes, e pesquisadores encontraram evidências de que ele pode até mesmo ajudá-lo a perder peso, se você beber antes de deitar.

Cientistas da Universidade do Estado de Washington e Harvard descobriram uma substância química no vinho, chamada resveratrol, que impede as células de gordura do corpo de adquirirem mais gordura. Eles descobriram que beber dois copos de vinho por dia pode ajudar a reduzir o risco de obesidade em cerca de 70 por cento.

Parte da razão pela qual o vinho é recomendado à noite é que suas calorias ajudam a manter a sua sensação de saciedade, reduzindo os seus desejos de se alimentar tarde da noite.

Outro estudo, da Universidade da Dinamarca, também revelou uma relação distinta entre cintura e consumo de vinho: as pessoas que bebem vinho todos os dias têm cinturas mais finas do que aquelas que não o fazem.

E, se você precisa de mais alguma razão para comprar algumas garrafas de vinho, o estudo de Harvard sobre o ganho de peso descobriu que das 20.000 pessoas testadas, cada uma que ganhou uma quantidade significativa de peso não bebe álcool!

Então, agora que você tem um pouco de apoio da ciência, não fique envergonhado por seu vício moderado pelo vinho; é algo a ser comemorado!

 

Vinho engorda?

Talvez o ponto mais polêmico de todos… Afinal, vinho engorda ou não? A resposta pode parecer triste, mas engorda, sim. Porém, tudo na vida engorda, só água e chá verde que não (e olhe lá!).

Mas fique tranquilo, há mais pontos positivos do que negativos nisso tudo. Dentre todas as bebidas alcoólicas, o vinho é que tem menos calorias, se bebido moderadamente, claro. E considerando a dosagem. Por exemplo, se comparar um copo de cerveja com a mesma quantidade de vinho, o vinho será mais calórico. Isto porque o teor alcoólico dele é mais alto. Por outro lado, se comparar a mesma dosagem de vinho e destilado, o destilado será mais calórico.

Além disso, é a bebida que menos se transforma em gorduras localizadas – aquela “barriguinha de chope” não é perigo. Um estudo dos epidemiologistas da University of Buffalo relata que os que haviam consumido vinho nos últimos 30 dias, apresentavam menor tamanho abdominal. E para fechar com chave de ouro, o teor alcoólico do vinho – nem tão baixo quanto o de uma cerveja, nem tão alto quanto dos destilados – encoraja o corpo a queimar calorias por até 90 minutos depois de beber!

O que engorda no vinho é, na verdade, o açúcar que não se transforma em álcool durante a fermentação (chamado de açúcar residual). Os vinhos de sobremesa, é claro, saem em disparada quando o assunto é esse tal açúcar, seguido pelos espumantes Moscatel. Ah, isso sem falar nos espumantes demi-sec e doux, que são mais açucarados que os brut, extra-brut e nature.

Apesar disso, alguns vinhos secos também entram na lista – White Zinfandel, Riesling, Merlot, Malbec, Cabernet Sauvignon e Carménère – isso porque produzem mais açúcar e álcool. Por outro lado, Sauvignon Blanc, Gros Manseng e Pinot Noir vêm para, literalmente, equilibrar a balança!

 

Fonte do Artigo >> Dicas do mundo Feminino

 

Se você gostou, compartilhe, ajude a divulgar nosso trabalho informativo.

Equipe Emagrecer vida e saúde

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked*

%d blogueiros gostam disto: